Conheça a versatilidade das estantes componíveis

 

Existe uma tendência que veio para ficar em projetos de arquitetura, especialmente no mobiliário: versatilidade. Cada vez mais as pessoas querem usufruir a liberdade de poder compor a decoração dos cômodos de acordo com seu estilo e, principalmente, suas necessidades. Portanto, optar por estantes componíveis de ferro e madeira é uma ótima solução para levar usabilidade e beleza aos ambientes sem gastar muito – sejam eles residenciais ou corporativos. Saiba mais sobre esse truque curinga no décor:

Divisor de ambientes
Cômodos integrados são bastante comuns em imóveis modernos, mas nem sempre queremos a sensação de completa unidade. Engana-se quem pensa que a única alternativa é erguer uma parede para separar os ambientes, pois as estantes componíveis podem desempenhar essa função sem pesar a decoração.

Ao dividir sala e cozinha, por exemplo, a estante componível pode mesclar o armazenamento de alguns utensílios de um lado e objetos decorativos de outro – ou, se você prefere neutralidade, aposte em itens como livros, luminárias, plantas e bibelôs.

Armazenamento personalizado
Um dos principais atributos desse tipo de mobília é poder personalizar sua composição, formando nichos com diferentes tamanhos. Assim, você pode criar um hack, aparador, prateleira aérea ou mesmo estante vertical. Essa proposta fica super elegante e moderna em escritórios.

Faça você mesmo
Você é adepto do ‘faça você mesmo’? Então esse modelo de móvel é ideal para você colocar a criatividade em prática. Alguns modelos têm instalação simples e intuitiva, com a utilização de parafusos fixados à parede, em furações já pré-definidas, ou seja, é muito simples realizar as próprias furações, criar fundos recuados, encaixar nichos e módulos fechados, utilizar as estruturas como divisor de ambientes, etc.

Para ter ainda mais liberdade de escolha, prefira uma marca que possa ter as prateleiras fixadas com fita dupla face, permitindo a aplicação dos mais variados materiais (chapas, vidro, acrílico, metal). Importante: sempre respeite as espessuras indicadas, assim como sua capacidade de carga.

 

 

Autor: Masutti Copat - Publicado em: 08/01/2019 08:35:00


Comentários